De fato é evidente que a mortalidade do “novo coronavírus” (Sars-Cov 2) está igualmente relacionada com a incapacidade do potencial anti-inflamatório e antioxidante do organismo, em outras palavras, acomete idosos e pessoas com comorbidades – DCNT’s, isso é, doenças crônicas não transmissíveis.

A principio, na China, 50% dos que vieram à óbito tinham hipertensão e 25% tinham diabetes. De maneira idêntica na Itália, a cada 3 óbitos, 1 tinha Diabetes. Enfim, essas doenças silenciosas e controladas por medicamentos são tidas como “controladas” e negligenciadas. Mas seu custo para a saúde está sendo muito bem exemplificado agora.

E ai… vamos enxerga-las de forma diferente agora? Primeiramente, aqui vão algumas dicas nutricionais para você ficar atento ao seu risco:

  1. A quantidade de água que você consome diariamente chega à 30ml/Kg de peso?
  2. Quando você finaliza uma refeição, tem a sensação de que comeu demais e fica com dificuldade na digestão ?
  3. Quando foi a ultima vez que você fez exames de sangue? Sua Hemoglobina glicada estava <4,5% e Triglicérides <90mg/dL e sua Vitamina D >30ng/dL ?

Por fim, monitore sua saúde e mude seu estilo de vida! Afinal, nunca é tarde para começar.

Referencias: Xie J, et al.  Clinical characteristics of patients died of coronavirus Disease 2019 in China.  JAMA Netw Open 3:e205619, 2020. Onder G, et al.  Case fatality rate and characteristics of patients dying in relation to COVID-19 in Italy. JAMA published online March 23, 2020 doi:10.1001/JAMA.2020.4683

Leia Também